Tuesday, February 06, 2007

Lufadas de vento
Esquentam meu pensamento
Aquela lua cheia nao foi só
Clara e linda
Nos teus olhos lindos.
Nos tons em dó
Que eu canto
Presente do acaso vindo
No acaso ido
Fizeram de um dia
uma noite
Madrugada e amanhecer
Sem adormecer
Inesquecíveis
Nos teus olhos lindos
Alegres de garoto.
Sem jeito
Teu jeito com o meu
Encaixa
Meu esconderijo
Difícil de encontrar
Tem na chave um sorriso
Abrir a caixa
Do inesquecível
Assim foi aquela noite
Presente do acaso.

1 comment:

Paula Z. said...

"É isso aí... Um vendedor de flores, ensina seus filhos a escolher seus amores..." ;)